Os três tipos de inteligência

Hoje eu pensei muito sobre inteligência. Bem, na real não foi assim. Tipo, eu já tinha várias vezes pensado sobre isso, o que aconteceu hoje foi eu falar sobre isso e, finalmente, chegar a uma conclusão sobre o assunto. Que conclusão é essa? Eu acredito que existam três tipos de pessoas quando se trata de intelecto e perspicácia: há os inteligentes, os espertos e os cultos. Os inteligentes são os que pegam algo com facilidade, tem um bom raciocínio lógico e conseguem pensar com facilidade; os espertos são os perspicazes de verdade, os que sabem como lidar com a vida, os que possuem àquela malandragem que os tira de quase qualquer situação e os faz alcançar seus objetivos; os cultos, obviamente, são os que possuem cultura, têm conteúdo. Eu cheguei, após muito pensar, nessa separação de poderes (afinal, há algo mais poderoso do que magnitude intelectual?). Também cheguei à conclusão de que é quase impossível ter os três tipos, e que eu invejo os poucos que os têm. Creio que nascemos (claro, há MUITASS exceções, pois vários nascem sem nada ¬¬) com esperteza ou inteligência e que, com o passar do tempo, podemos adiquirir (ou não) cultura. Sabem… Acho que eu sou uma pessoa inteligente e culta, mas não sou nem um pouco esperta. Às vezes, infelizmente (pois devemos ficar felizes pelo que temos, e não ao contrário), penso que seria bom trocar a inteligência pela esperteza (a cultura eu não troco por nada!)… Deixem-me dar um exemplo de caso: Hoje eu fui pela primeira vez sozinha à Porto Alegre (objetivo? Fazer o cartão de estudante da UFRGS). Peguei, ao todo, dois trens e um ônibus, caminhei por quase duas horas, pedi informação a cerca de 20 pessoas (não estou exagerando), tive vontade de chorar, tropecei duas vezes e fiquei com uma bolha no pé. Bom, não importa, eu consegui chegar ao meu objetivo, cheguei ao lugar onde deveria ir. No entanto, não consegui fazer o cartão pois, ao chegar lá, fiquei sabendo que a UFRGS está em greve ¬¬ Não foi uma viagem perdida, afinal, me aventurei e consegui, sozinha (\o/) fazer o que queria, mas, me peguei pensando… Onde está a minha esperteza? Por que eu não consegui seguir a primeira instrução que recebi? Por que eu não liguei pro lugar antes de me tocar pra lá? Por que eu fico com medo de coisas tão insignificantes quanto uma multidão, transporte público e a consciência de que conto unicamente com dois (no máximo…) desses três tipos de inteligência? Obs.: gente, caso eu tenha soado um pouco melodramática nesse post, eis a razão: enquanto escrevia escutei “Always”, do Bon Jovi, “November Rain”, dos Gun ‘s Roses e “Still Loving You”, dos Scorpions. Se alguém aí quiser se deprimir um pouquinho e entender o meu ponto de vista totalmente, escute umas das canções enquanto lê. Boa noite pessoal, durmam bem e até amanhã! ^^

Anúncios

3 comentários sobre “Os três tipos de inteligência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s