O Corvo

Hoje eu li e escutei (pois só consigo gostar de poesia quando escuto, e não apenas quando leio) o maravilhoso poema “O Corvo”, de Edgar Allan Poe. Essa semana que passou eu tentei ler alguns contos do Poe, mas, como não fui muito com a cara dos que li, resolvi tentar sua poesia (e não é que me apaixonei??). A história é simples: um homem, atormentado pela morte da amada, vê entrar em seu quarto, em uma fria noite de dezembro, um corvo (animal o qual eu devo ser a única pessoa do mundo que acho lindo..). O que o corvo exatamente é, ou o que ele está fazendo ali? Isso é um tanto pessoal, mas, independente da conclusão a que cada leitor chega em relação ao simbolismo, é inegável a força da musicalidade do poema. Aproveitem!!

http://pt.wikisource.org/wiki/O_Corvo_%28tradu%C3%A7%C3%A3o_de_Machado_de_Assis%29

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s